Blogs Portugal

sábado, 23 de janeiro de 2016

Escritores e poetas e os seus gatos

Ernest Hemingway adorava gatos. Um de seus gatos tinha 6 dedos. Os filhotes seguintes que herdaram essa característica se transformaram em atrações turísticas da casa/museu do escritor. 

"Um gato tem honestidade emocional absoluta: os seres humanos, por uma razão ou outra, pode esconder os seus sentimentos, mas o gato não."


Jean Cocteau: poeta, cineasta e dramaturgo, um homem multifacetado. Faleceu em 1963, aos 74 anos, de problemas cardíacos.

"Se eu prefiro os gatos aos cães é porque não existem gatos policiais."


Joseph Brodsky, 24 Mai 1940 // 28 Jan 1996
Poeta/Ensaísta - Nobel 1987


"O homem é aquilo que lê."



Ray Douglas Bradbury foi um escritor de contos de ficção-científica norte-americano de ascendência sueca. Foi o terceiro filho de Leonard e Esther Bradbury. Por causa do trabalho de seu pai, viajou por muitas cidades dos Estados Unidos, até que em 1934 sua família fixou residência em Los Angeles, Califórnia. Morreu aos 91 anos, de causas não divulgadas.



“Meu trabalho é fazer vocês ficarem apaixonados.”

Sem comentários: