Blogs Portugal

domingo, 20 de novembro de 2016

O GATO E OS ASTROS

 CARTA ASTROLÓGICA DOS MEUS MIAUS

pelo consultor de astrologia e feng-shui Ricardo Carvalho

Os gatinhos Hércules e Betty ãao do signo Leão:
"Leão – 22/7 – 22/8
Característica felina que fica destacada: O gosto por jogos e brincadeiras

Gatos amam brincadeiras e jogos diversos, além de serem exímios caçadores. Esses traços de personalidade podem ser associados ao signo atribuído ao seu parente no reino das selvas, o poderoso Leão.

A brincadeira é uma forma de treinar a caçada, e a caçada é para eles uma brincadeira. Quem convive com gatos sabe que, mesmo domesticados, eles nunca abandonaram completamente seu lado selvagem. Altivos e majestosos, os gatos leoninos adoram ser o centro do mundo. Tanto que podem acabar aprontando o que não devem, só para chamar a atenção. De temperamento apaixonado, intenso e generoso, adoram ser elogiados e admirados."
Avaliação do mapa astral dos gatinhos:
Eu diria que estes gatinhos são uns verdadeiros Leões, comidinha na tigela servida como num banquete com tudo do melhor sff :):)
Quanto à vizinhança aí na zona é bom que estejam bem longe, eles não se dão muito bem com os vizinhos, a própria relação entre os dois tem tendência para algum conflito.
Será bom que se vigie os órgão respiratório e as patinhas.
Um bom ambiente familiar, acolhedor e com comidinha lá em casa será muito agradável aos olhos dos gatinhos.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

RIP Leonard Cohen (1934 - 2016)

"Sempre que me dão atenção, fico agradecido. Nunca acredito quando dizem que me querem prestar homenagem."
Leonard Cohen 

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Istambul faz estátua para celebrar gato amado pela vizinhança

Tombili, ganhou escultura que imita sua pose favorita. 

 

A cidade de Istambul, na Turquia, inaugurou uma estátua em homenagem a um
famoso gato local que tinha o hábito de ficar "relaxando" numa escada da  calçada. 

A escultura foi inaugurada no Dia Mundial dos Animais.


O gatinho morreu no último dia 10 de agosto, vítima de uma doença desconhecida que o consumiu durante um mês.
Logo depois de sua morte, circulou uma petição online entre os moradores da região pedindo a construção da estátua em sua memória. 


O escultor Seval Sahin foi o encarregado de fazer a escultura, que reproduz a tradicional pose do gatinho. 



Descansa em paz Tombili!





sexta-feira, 30 de setembro de 2016

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Freddie Mercury ... fazia 70 anos

Hoje o Freddie Mercury  fazia 70 anos se fosse vivo .

Ele também amante de gatos ...



Freddie Mercury também está no   #‎SquareFaces‬ 
 Isa Silva


sábado, 3 de setembro de 2016

Educação Especial e suas histórias

Myrtle Corbin , a “Mulher de Quatro Pernas”

 

Josephene Myrtle Corbin nasceu nos Estados Unidos em 1868 e foi um dos casos mais bem-sucedidos financeiramente na história das aberrações vitorianas.


A sua deformidade era resultado de uma forma rara de gêmeos siameses conhecida como dipygusuma anomalia rara chamada de Dipygus Dibrachius Tetrapus (dípigo), nesse caso, uma síndrome de duplicação caudal.

Sua condição extremamente rara ocorreu durante a gravidez, os óvulos fecundados não se separarem completamente, fazendo com que o corpo de sua irmã gémea não evoluísse completamente, apenas da cintura para baixo – e ainda de forma incompleta, já que possui apenas três dedos em cada pé. 

Da cintura para baixo, ela tinha tudo duplicado, possuindo duas pequenas pélvis, cada uma com uma perna emparelhada às suas pernas normais. Ela conseguia  controlar os membros de sua irmã (pernas menores), mas não conseguia andar sobre elas. Myrtle não podia se locomover nem ficar em pé sozinha. Possuía também duas vaginas, consequentemente dois sistemas reprodutivos. Suas menstruações ocorriam simultaneamente nas duas vaginas, diferentemente dos seus dois ânus, nos quais ela conseguia defecar em momentos distintos.


 
Para aumentar seu apelo comercial, Myrtle vestia saias até o joelho e usava meias e botas combinando nas quatro pernas, o que impressionava as audiências. Myrtle era popular a ponto de conseguir ganhar 450 dólares semanais, o que era uma verdadeira fortuna na época.

O mais impressionante não é sua trajetória dentro dos circos, mas o que aconteceu depois. 
Aos 19 anos, ela se casou com um médico, Dr. Bicknell, com quem teve cinco filhos: três de um útero e dois do outro.


Segundo informações do site The Human Marvels, Myrtle teria morrido no dia 6 de maio de 1928, cercada da família e amigos.