Blogs Portugal

sábado, 3 de outubro de 2015

Sigmund Freud e os animais


No livro “What do dogs know?”  (O que os cachorros sabem?) de Stanley Coren,
o autor relata que Freud tinha vários cachorros e sentia que os animais possuíam algum sentido que os fazia capazes de analisar o caráter das pessoas. Por conta disso Freud deixava o seu cachorro, da raça chow chow, o Jo-Fi, participar de sessões de análise. O analista admitiu que muitas vezes dependia da avaliação de Jo-Fi sobre o estado mental dos pacientes. Ele também sentia que a presença do cachorro parecia ter um efeito calmante nos pacientes, principalmente nas crianças. Pesquisas recentes mostram que Freud estava certo: fazer carinho em um cachorro calmo pode reduzir o stress.
Existem até indícios de que pessoas que possuem cachorros, e animais de estimação em geral, vivem mais e precisam de menos assistência médica.



Sem comentários: