Blogs Portugal

sábado, 7 de março de 2015

Ilha japonesa que foi invadida por gatos




A ilha de Aoshima, no sul do Japão, podia ser só mais uma no mundo não fossem os seus habitantes. Não, não estamos a falar de seres humanos, mas sim de gatos. 
Os gatos são alimentados pelos turistas.
Estes animais, segundo o Telegraph, foram trazidos para a ilha com o intuito de combater uma praga de ratos que assolava os barcos dos pescadores. E por lá ficaram... E multiplicaram-se. 
Na ilha vivem cerca de 20 pessoas e mais de 120 gatos. Isto é, seis gatos para cada ser humano. 
Em 1945, viviam cerca de 900 pessoas na ilha, mas muitas emigraram para as grandes cidades depois da II Guerra Mundial devido ao declínio das pescas. Hoje em dia, vários turistas visitam diariamente Aoshima, já conhecida como a ilha dos gatos. Mas a visita pode revelar-se complicada para estes curiosos, uma vez que não existem restaurantes, carros, lojas nem quiosques a vender comida. Aliás, são estas pessoas que alimentam os animais, que sobrevivem à base de arroz, barras energéticas ou batatas, dadas pelos visitantes. 
Quem não lhes acha tanta graça são os poucos habitantes de Aoshima, que os afastam de sua casa. Estão a tentar controlar a população felina da ilha e já castraram pelo menos dez gatos. 


Sem comentários: